sexta-feira, 15 de agosto de 2014

TUTORIAL: CASACA/FRAQUE POR CUSTOMIZAÇÃO

A peça que ensinaremos hoje recebe nomes diferentes. Fraque, casaca, redingote.... Para não causar confusões é preferível verificar o formato da peça e o período em que se usa. 

Abaixo um quadro contendo o casaco em voga nos seguintes períodos, respectivamente: Late Rococo, Império, Era Vitoriana (trajes de gala) e Era Eduardiana (traje de dia).




Agora, vamos ao tutorial:


Originalmente, a peça era um paletó simples de microfibra num tom caramelo adquirido no bazar da Igreja de Sta Edwiges, em 2012. Não recordo o preço, mas deve ter sido algo em torno de cinco reais. 
Desde já, desculpas pela qualidade das fotos (celular).



Marque o giz na linha da cintura, isto é, onde as costelas terminam, alguns centímetros abaixo do botão do meio, tal espaço é fundamental para se fazer a bainha. 























O corte prossegue nessa medida apenas na frente e na lateral, deixando a parte de trás intacta. Com o corte, surgirão dois pedaços de tecido provenientes da frente inferior do paletó, essas duas partes inferiores serão cortadas e guardadas para serem usadas depois. 



A peça ficará assim. Então, deve-se fazer a bainha da frente e das laterais onde fizemos o corte. 






Próximo passo: fazer as bainhas das duas partes frontais que cortamos, elas serão usadas para fazer a cauda. 






Então juntamos uma parte nas costas do paletó, criando uma cauda. 
O ideal é costurar essa parte embaixo da bainha do paletó. A peça já pode ser considerada pronta, entretanto ainda podemos fazer complementos, ornamentação e acabamentos. Um complemento é costurar a outra parte de tecido, prolongando a cauda.






















Para esconder as costuras das caudas, eu pensei em revesti-las com uma fita de gorgorão da mesma cor, o que não foi possível já que não encontrei. Porém comprei uma fita de cetim marrom e decidi aproveitar minha fita de cetim verde e voal (Gitex). Se for trabalhar com fitas, o primeiro passo não é costurá-las na peça, mas sim costurá-las entre si e fazer as bainhas delas. 



Próximo passo: costurar as fitas no recém-nascido fraque. 



Não ficou como eu desejava, uma vez que não achei a fita do material e cor desejados, mas está longe de ser a pior opção e ainda dá para puxar para steampunk. 





Parte final: trocar os botões e fazer um abotoamento duplo como no período Império.
Botões cedidos pela Priscilla:  foram tingidos pela tinta Color Gym - Cobre.






Abotoamento duplo: Eu não consegui fazer o caseado dos botões, nunca fiz caseado, e como estou com pressa e medo de estragar o tecido, optei por fazer um abotoamento duplo falso. Troquei os botões e o costurei embaixo de onde viria o fecho. 
Lembrando que essa técnica de transformar um abotoamento comum em duplo só funciona com paletós largos porque ao transformá-los em duplos eles se tornarão mais justos. 

Onde está marcado o giz branco é o local onde instalei os outros botões (teoricamente, deveriam ser casas de botões que estariam por baixo). 

Finalmente, o resultado.


Mas ainda há coisas a serem feitas. Pretendo revestir o forro da cauda com um tecido único para disfarçar a customização. Também pretendo fazer um abotoamento triplo (seis botões) com as devidas casas de botões também feitas. A terceira etapa consistirá de inserir algum motivo steampunk costurado ou bordado nas costas. 

O fraque assemelhou-se mais ao estilo império, mas com ligeiras modificações pode-se fazer outros fraques em estilo vitoriano, rococó etc. Essa é mais uma forma de se obter uma peça de época sem gastar muito e aproveitando o que se tem em casa. 

Rommel Werneck

2 comentários:

Bruna Rafaela Moeller disse...

Oi, bárbaro o seu blog. Está me ajudando muito. Uma dúvida, para a casaca ou fraque posso usar esses que encontramos em casas de aluguel para trajes para noivos? Só que a maioria tem a gola de cetim, será que fica muito fora da época do século XIX? Abraços

Ju Lee disse...

Oi Bruna! Fico feliz que esteja aprendendo através do nosos blog!

E você pode usar sim...muitas vezes a casaca nem precisa de customização. É só comparar com modelos originais do século XIX pra ver o que você pode mudar.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...